segunda-feira, 27 de janeiro de 2014


Queria amarrar o tempo na perna da cama
Para que ele ficasse ali, quietinho e tranquilo
E não avexasse o coração de quem ama
Com essas aflições que escrevo em sigilo

Não ande, não mude, não fuja, não corra!
Fique assim, bem escondido, aqui
Para que esse momento de agora não morra
Sem que eu sinta que ele passou e eu não vi.

2 comentários:

Isildinha antunes disse...

Passando pra visitar anjo e amei seu blog estou seguindo se poder seguir o meu agradeço abraço !
http://amoreluz10.blogspot.com.br/

Lídia disse...

MUITO INTERESSANTE!!!
O COMENTAR ANTES DO ATO!!!

LÍDIA